:::: MENU ::::

terça-feira, 25 de março de 2014



Qual é o principal objetivo do combate em VtES?

R: Remover minions de outros jogadores da região pronta e controlar a mesa.

Máxima do Combate: Quando ninguém mais tem minions, poucas coisas são relevantes. ^^

Quem disse que você tem que matar a sua presa o mais rápido póssivel?

De fato, uma morte relativamente rápida é um grande problema para decks de combate "de verdade".





Considerações sobre o 'Fator Medo" ou Força do Cagaço.

Pense sobre a situação onde você remove (queima, diableriza, manda para torpor...) os vampiros de sua presa da mesa cedo, quando ainda temos 5 jogadores. Você o mata, eventualmente, somente para dar de cara com alguém que não sofreu pressão durante o jogo inteiro. Ele vai ter mais minions e mais pool que você gostaria de ver, e pegar esse segundo VP será bem mais difícil.

P: Quando que um deck de combate tem uma vantagem em relação aos outros decks?
R: Quando tem 3 ou menos Matusaléns. A vantagem aumenta se os jogadores estão com o pool parcialmente exauridos ou com vampiros com poucos marcadores de sangue.

Por quê?

Primeiro, você só terá que remover minions da mesa de dois oponentes para ter o controle total da mesa. Adicionalmente, você cria vantagem de turno - pois você se beneficiará de turnos produtivos que os demais jogadores não terão direito pois estão sem minions.

Segundo, nessa situação fica mais fácil interagir com TODOS os outros espaços de jogo - eles dividem o papel de presa e predador com você. Você pode interagir com eles sangrando ou bloqueando - ambas sem a necessidade de jogar cartas e que podem tornar-se situações de combate :).

Terceiro, existem menos oportunidades, ou vontade, para resgate crosstable. Isso FERRA decks de combate, pois é gasto uma quantidade enorme de recursos para colocar minions em torpor apenas para o cara do outro lado da mesa tirá-los gastando apenas 2 de sangue e sem gastar carta alguma.

Quarto, se você livra a mesa de minions (exceto os seus, é claro) e só existem 3 jogadores remanescentes, torna-se mais fácil controlar a ordem de eliminação. Total do pool é quase irrelevante. Com o tempo, você matará sua presa e depois sua grandpresa em seguida - mesmo se você tiver que bater em mais alguns minions ao longo do caminho.

Quinto, seu deck pode focar apenas em combate e em cartas que diminuem pool através de
combate e menos em passar ações de bleed e/ou sangramento, tornando-o um deck mais consistente. Você ainda precisa causar dano ao pool - mas seu foco agora é em eficiência de cartas ao invés de velocidade, e são coisas bem diferentes.

Sexto, com nenhum outro vampiro de pé, você pode votar e/ou diablerizar à vontade.

Sétimo, se você saca cartas de sangramento, você não precisa se preocupar com bloqueios ou redirecionamentos. O valor de ação vs modificador de ação torna-se menos relevante nas suas escolhas de bleed, e você pode ir novamente para eficiência na escolha de cartas.

Portanto, seu objetivo é ir para um jogo com 3 pessoas (com você tendo ou não VPs até o momento). Se você fizer com que TODA a mesa fique com escassez de recursos (pool e minions), sua vantagem aumenta. Por isso é impotante cartas que causem dano direto (Antedeluvian Awakening, Tension in the Ranks, Fame e Dragonbound) - elas dão dano global, são eficientes e difíceis de circundar por decks despreparados.

Se possível, você deve ajudar jogadores que tenham vulnerabilidade ao seu deck a conquistarem VP's, tornando mais fácil quando chegar na situação de 3 jogadores. Então, use Frontal Assault para limpar a mesa da sua presa, derrube os vampiros do seu predador que ameaçam o seu pool quem tem pool tem medo e se der, recrute outro minion. Se fizer isso, seu deck de combate vence.

Pelos primeiros 2/3s do jogo, você controla um deck de combate que não quer brigar, com cartas de sangramento que não quer usar, e com cartas que causam dano ao pool de todo mundo, não apenas na sua presa. Que coisa, não? O.o


Tradução deste artigo aqui.
Autor:Darby Keeney
Categories: , , ,

0 comentários: